Terça-feira, 18 de Dezembro, 2007

Esperança, é uma palavra muito utilizada por todos nós, é uma palavra todos os dias ressuscitada, porque quando desanimados, pensamos nela e encontamos uma razão para continuar a viver.

 

 

Momento a momento

 

 

Neste meu dia indeciso

Anda perdida a minha imagem

Ponho nos lábios um sorriso

Junto os restos, ganho coragem!

 

Engendro meu esquecimento

Neste dia, sem horizontes

Não há recordações, nem alento

Meus desejos, são rios sem pontes!

 

Não há volta, não há regresso!

A Vida é absoluto vazio!

Vence-me o sono, já me esqueço!

 

Engendro meu esquecimento

Junto-me à solidão, amargo frio

E vivo, momento a momento!

publicado por rosafogo às 18:37

mais sobre mim
Dezembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

10
11
13
14
15

16
17
19
20
21

24
25
26
27
29

31


últ. comentários
Queria amiga Poetisa Rosafogo, Que das coisas simp...
Olá!Vim apenas fazer um teste, para ver se consegu...
Parabens pelo post. Falar de coisas simples por ve...
Acontece-me exactamente o mesmo, Natália! Depois d...
É assim Mªa João, dispersei-me e agora é tão difíc...
Também me perco imenso, Natália. Não penses que és...
Há séculos dizes bem MªJoão, bem que eu gostaria q...
Para mim também foi uma alegria encontrar-te Ause...
Obrigada PC é bom encontrar palavras amigas.Tento ...
Olá Martinha obrigada por vires ler, tenho andado ...
pesquisar
 

blogs SAPO


Universidade de Aveiro