Segunda-feira, 24 de Novembro, 2008

 

Espelho, espelho que me espelhas!

E me enches de certeza !

Me atiras p'ras coisas velhas

Coisas velhas, sem beleza!

 

Para esquecer estes dias mais aborrecidos, lembro pequenos nadas que recordo e me

fazem feliz e que ainda me trazem uma lágrima teimosa.

Lembro por exemplo quando criança de escola, numa aldeia sossegada, as brincadeiras

no adro da igreja, o jogo do aqui vai  o lenço. do jogo da malha, das rodinhas mistas onde

já tínhamos´-só- na mente um namoradinho e mais lembranças que nem que viva muitos anos hei-de esquecer! A primeira leitura de letra miúda na secretária da professora que era

um passo em grande, os dedos manchados  da tinta do tinteiro existente na secretária, o caderno de duas linhas, a caneta de aparo, o quadro negro com o giz branco, ao qual mal chegávamos, as réguadas, a foto do Sr. a quem tínhamos o maior respeito do Mundo, sem

fazermos a menor ideia de quem se tratava.Enfim como tudo se passou tão rápidamente.

 

 

Um dia

 

Um dia não estarei mais aqui!

Mas tu sim ficarás por aí!

Sempre que queiras, me poderás ver!

Numa manhã de mágoa, ou ao entardecer.

 

Um dia não estarei mais aqui!

E se o recordar-me te fizer sofrer!?

Então estarei! No teu coração dentro de ti.

 

 

 

publicado por rosafogo às 20:45

mais sobre mim
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
5
6
7

11
12
13
14
15

16
17
18
19
22

23
25
28

30


últ. comentários
Queria amiga Poetisa Rosafogo, Que das coisas simp...
Olá!Vim apenas fazer um teste, para ver se consegu...
Parabens pelo post. Falar de coisas simples por ve...
Acontece-me exactamente o mesmo, Natália! Depois d...
É assim Mªa João, dispersei-me e agora é tão difíc...
Também me perco imenso, Natália. Não penses que és...
Há séculos dizes bem MªJoão, bem que eu gostaria q...
Para mim também foi uma alegria encontrar-te Ause...
Obrigada PC é bom encontrar palavras amigas.Tento ...
Olá Martinha obrigada por vires ler, tenho andado ...
pesquisar
 

blogs SAPO


Universidade de Aveiro