Sábado, 29 de Novembro, 2008

 

Esta época que se aproxima, todos os anos me dá tristeza.Sinto-me confusa com tudo o

que se passa à minha volta. É certo que as crianças gostam de receber presentes, mas eu penso... como é possível tantos a morrer de fome, de guerra, uns sem família sem abrigo

sem um carinho de ninguém e outros tendo demais.É difícil aceitar viver como se estivesse

tudo bem.

 

 

Poema ao Sol

 

O Sol não morre nunca! Só se deita!

Cobre-o a noite escura!

Sua mãe , que o cuida com ternura!

Como menino travesso espreita

a madrugada!

E sua mãe que é feita de negrume

Desaparece, sem nenhum queixume

Ele então abraça a Terra sua

namorada!

Como ele me levanto e me deito

Mas  morro todos os dias mais um pouco

Nesta miserável Vida onde nada é perfeito!

E onde sou apenas um poeta louco.

 

 

 

 

publicado por rosafogo às 00:11

Muito, muito bonito! Usaste o sujeito no masculino intencionalmente? Eu também já o fiz, referindo-me a pessoas ou poetas homens.
Vim fazer uma visitinha ao teu belo passado... :)
Bjo gde!
poetaporkedeusker a 8 de Julho de 2009 às 17:19

Minha querida Poetiza, obrigado, por teres vindo espreitar este passado, que escrevi com tanto Amor.
Fico feliz por me compreenderes e teres gostado. És um amor.

Um beijo com todo o meu carinho
natalia
rosafogo a 8 de Julho de 2009 às 20:33


mais sobre mim
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
5
6
7

11
12
13
14
15

16
17
18
19
22

23
25
28

30


últ. comentários
Queria amiga Poetisa Rosafogo, Que das coisas simp...
Olá!Vim apenas fazer um teste, para ver se consegu...
Parabens pelo post. Falar de coisas simples por ve...
Acontece-me exactamente o mesmo, Natália! Depois d...
É assim Mªa João, dispersei-me e agora é tão difíc...
Também me perco imenso, Natália. Não penses que és...
Há séculos dizes bem MªJoão, bem que eu gostaria q...
Para mim também foi uma alegria encontrar-te Ause...
Obrigada PC é bom encontrar palavras amigas.Tento ...
Olá Martinha obrigada por vires ler, tenho andado ...
pesquisar
 

blogs SAPO


Universidade de Aveiro