Quinta-feira, 18 de Dezembro, 2008

Sou poeta provavelmente em tudo o que faço.

Poesia é o meu signo, o meu sinal, a minha  vida.

 

Estas são palavras do poeta Jorge Listopad - mas que poderiam ser ditas, por todos que gostam de poesia.

 

 

Ilusão

 

 

Depois do Sonho é como se regressasses

ou  não tivesses partido!

È como se ainda me amasses

e tudo fizesse sentido!

 

Tudo o que prometias é agora saudade

Mas esta ilusão tão incerta como tempo de Outono

Traz-me restos de lágrimas, deixa-me ao abandono!

Sobressaltos é o que resta da Vida

Entre corpo e alma há agora uma fronteira

Que torna escura a despedida.

E transforma o riso em choro e a luz numa cegueira.

 

 

publicado por rosafogo às 21:57

mais sobre mim
Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
5

8
10
12
13

14
15
16
17
19
20

21
22
24
25
26

28
31


últ. comentários
Queria amiga Poetisa Rosafogo, Que das coisas simp...
Olá!Vim apenas fazer um teste, para ver se consegu...
Parabens pelo post. Falar de coisas simples por ve...
Acontece-me exactamente o mesmo, Natália! Depois d...
É assim Mªa João, dispersei-me e agora é tão difíc...
Também me perco imenso, Natália. Não penses que és...
Há séculos dizes bem MªJoão, bem que eu gostaria q...
Para mim também foi uma alegria encontrar-te Ause...
Obrigada PC é bom encontrar palavras amigas.Tento ...
Olá Martinha obrigada por vires ler, tenho andado ...
pesquisar
 

blogs SAPO


Universidade de Aveiro