Domingo, 04 de Novembro, 2007
Há uns meses atrás, enviei uns poemas, para uma revista com um pouco de esperança que alguns fossem publicados. Qual não é o meu espanto e a minha felicidade quando alguém me diz que publicaram três dos que enviei.

Afinal o sonho tornou-se realidade, resta continuar a sonhar que talvez um dia

apareça um livrinho por aí.

Hoje e para não faltar vou escrever um poema, que fala de encantamento

 

Sortilégio

Percorro o teu corpo com o pensamento

Fica transparente como folha de Outono

Deambulo nele até ao esquecimento

E regresso ao meu, exausta , ao abandono!

Caminho sobre o teu corpo com andar macio

Sinto uma alegria há muito adiada

Decifro o trilho há muito vazio

Mas é apenas sonho, estou encurralada!

Quero estar contigo num abraço apertado

E acendo apenas o fogo da memória

Confesso que teu corpo me é desejado!

E o meu, ainda faz parte da tua história.

publicado por rosafogo às 17:25

mais sobre mim
Novembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

7
8
9
10

11
15
17

24

25
28
29
30


últ. comentários
Queria amiga Poetisa Rosafogo, Que das coisas simp...
Olá!Vim apenas fazer um teste, para ver se consegu...
Parabens pelo post. Falar de coisas simples por ve...
Acontece-me exactamente o mesmo, Natália! Depois d...
É assim Mªa João, dispersei-me e agora é tão difíc...
Também me perco imenso, Natália. Não penses que és...
Há séculos dizes bem MªJoão, bem que eu gostaria q...
Para mim também foi uma alegria encontrar-te Ause...
Obrigada PC é bom encontrar palavras amigas.Tento ...
Olá Martinha obrigada por vires ler, tenho andado ...
pesquisar
 

blogs SAPO


Universidade de Aveiro