Quinta-feira, 19 de Fevereiro, 2009

 

Até que enfim , com a ajuda do meu neto mais lindo, consegui trazer um pouco de Vida ao blog com fotos que tirei em Zanzibar, num belo jardim, onde havia uma variedade tão grande que era díficil a escolha.

 

Renascer

 

 Deixo aqui a minha alegria

Comigo só levo a tristeza

Para fazer companhia

à saudade que trago acesa!

Levo estes versos também

que são tão simples quanto eu!

Que não são nada e eu ninguém

mas que é tudo aquilo que é meu!

No olhar levo migalhas

dum brilho antigo que tinha

Na memória levo falhas

das ideias que retinha.

 

Nos passos levo cruzados

os sonhos que então sonhei!

Com tantos passos andados

nenhum deles realizei!

 

Mas um dia, há sempre um dia!

Que troco as voltas ao destino

Aí, quero de volta a alegria

Num sorriso, ainda que pequenino.

sinto-me: Animada
música: cortazar
publicado por rosafogo às 20:26

Olá Rosafogo!

Um sorriso foi aqui pedido
e eu deixo aqui o meu
eis um desejo cumprido
esse desejo que é seu
Abraço
manu a 19 de Fevereiro de 2009 às 21:55

Obrigado pelo sorriso e pela visita.

Boa noite!
Sabe?! Plantei flores na janela
Não viu? Cada qual a mais bela!
Que não sei se não me afoite
A colocar-lhe uma na lapela!

Com licença, lá vou então!
Levo-lhe uma rosa da janela
Mas preciso de permissão
Da sua!? Não da dela!

Ai Manu, esqueça a rosa bela
Que é bela mas tem espinho
Coloco-a outra vez na janela
E envio-lhe antes meu carinho

um abraço, e bom descanso
rosafogo a 19 de Fevereiro de 2009 às 23:11

Venho deixar um sorriso
E agradecer também,
Pois neste mundo é preciso
Ser amável com alguém!

Quase perdi a rima com este poema! É muito bonito. Tocou-me muito profundamente! :)
poetaporkedeusker a 19 de Fevereiro de 2009 às 23:14

Parabéns D. Natália,

Pela colorido so seu blog (ainda existem netos espertos e prestativos) e pelo lindíssimo poema.
Abraços
Maria Fernanda a 20 de Fevereiro de 2009 às 17:56

Olá M. Fernanda

Corro o Mundo, vou e volto
Em busca do desconhecido
Levo o meu coração solto
Na procura viajo consigo.

Belas viagens, vão agora surgir algumas fotos do Jardim da Escócia
que eu já nem me recordo o nome.
rosafogo a 20 de Fevereiro de 2009 às 18:25

Pois é Natália, como poderá estar só, se consigo carrega as suas palavras, sentires, vontades, desvontades, memórias, sorrisos e lágrimas... está bem acompanhada, porque está consigo mesma, e essa nunca se cansa de si!

Beijinhos, Rita
teladosentir a 20 de Fevereiro de 2009 às 22:45

Olá! Gostei da visita.

Só, como folha morta caída
dum ramo que se soltou!
Cansada gritando á Vida
Porquê?
Se foi ela que me criou?!

Um beijinho
rosafogo a 20 de Fevereiro de 2009 às 23:09


mais sobre mim
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
4
6
7

11

15
21

24
26


últ. comentários
Queria amiga Poetisa Rosafogo, Que das coisas simp...
Olá!Vim apenas fazer um teste, para ver se consegu...
Parabens pelo post. Falar de coisas simples por ve...
Acontece-me exactamente o mesmo, Natália! Depois d...
É assim Mªa João, dispersei-me e agora é tão difíc...
Também me perco imenso, Natália. Não penses que és...
Há séculos dizes bem MªJoão, bem que eu gostaria q...
Para mim também foi uma alegria encontrar-te Ause...
Obrigada PC é bom encontrar palavras amigas.Tento ...
Olá Martinha obrigada por vires ler, tenho andado ...
pesquisar
 

blogs SAPO


Universidade de Aveiro