Sexta-feira, 20 de Fevereiro, 2009

 

Esta fotografia foi tirada num jardim  lindíssimo da Escócia, onde os animais são felizes e onde eu também tive a felicidade de apanhar este passarinho bem perto de mim para se deixar fotografar, tão perto que me emociona, dá a impressão de que éramos velhos amigos.

 

Folha caída

 

Só, como folha morta caída

dum ramo que se soltou!

Cansada, gritando á Vida

Porquê?

Se foi ela que me criou?!

Folha frágil que o vento leva

Doido sem saber p'ra onde!

Só, talvez eu deva

Esconder-me do que a Vida me esconde.

Porquê?

Se foi ela que me criou?!

Folha morta do ramo desprendida

que de sonhar se arredou.

Porque me deixa perdida?!

Se a ela toda me dou.

Porquê?

Me deixa a morrer p'lo chão

A escurecer sem afecto

Num labirinto da criação

Tendo a solidão por tecto.

Porquê?

Se foi ela que me criou?!

Folha caída

que o vento e a chuva desbotou!

 

 

 

 

 

sinto-me: com sorte
publicado por rosafogo às 23:33

Esre Blog está a tornar-se muito dinâmico e cada vez mais interessante. Sempre novos poemas, agora ilustrados com belas fotos e comentados frequentemente com outros poemas. Estou a gostar muito! Parabéns!
Maria de Jesus a 22 de Fevereiro de 2009 às 17:37

Olá Maria de Jesus

Isto de facto está a preocupar-me um bocadinho, porque os meus amigos incluindo
a menina, escrevem muito bem e eu vou tentando dentro da minha simplicidade, dar o meu melhor.
Agradeço-lhe imenso a ternura das suas palavras. Acabo de chegar do passeio a Portalegre, adorei
ver as mimoseiras em flor. Mas já trazia saudades de todos os meus amigos.
Espero que tenha tido um bom fim de semana.

Um beijinho
Natália
rosafogo a 22 de Fevereiro de 2009 às 20:41

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
4
6
7

11

15
21

24
26


últ. comentários
Queria amiga Poetisa Rosafogo, Que das coisas simp...
Olá!Vim apenas fazer um teste, para ver se consegu...
Parabens pelo post. Falar de coisas simples por ve...
Acontece-me exactamente o mesmo, Natália! Depois d...
É assim Mªa João, dispersei-me e agora é tão difíc...
Também me perco imenso, Natália. Não penses que és...
Há séculos dizes bem MªJoão, bem que eu gostaria q...
Para mim também foi uma alegria encontrar-te Ause...
Obrigada PC é bom encontrar palavras amigas.Tento ...
Olá Martinha obrigada por vires ler, tenho andado ...
pesquisar
 

blogs SAPO


Universidade de Aveiro

subscrever feeds