Sexta-feira, 27 de Março, 2009

 

Para merecer este prémio sobre o romantismo, resolvi fazer um poema sobre o Amor.

Este , foi, gentilmente o ferecido pela minha amiga Mª João, do Blog PoetaporKeDeusKer,

como devem calcular fiquei feliz, e fica aqui a minha prova de gratidão.

O Amor de quando em quando tem de ser soprado com a alma, para  assim termos direito á nossa fatia de ternura, para nos sentirmos vivos.

 

 

Poema ao Amor

 

Quem não crê no Amor?

Alguém?!

Anda no ar o Amor!

Nada o detém!

Embriagante, roubador

Numa solicitude espaventosa

Abre com a beleza duma rosa

Fulgura, cria raízes

Mas chega o tédio e na partida

Deixa ficar cicatrizes

E uma dor sentida.

 

Nasce súbito em qualquer lugar

E é eternidade das eternidades

É saudade das saudades

É dizer adeus e voltar

E é único, é mágico é cor

É assim o Amor!

Harmónico, radiante

A um paraíso semelhante.

 

É  anseio

Fruto pleno

Enrola-se a nós como enleio

Ora é louco ora sereno!

 

Amar, é sonhar!

É impeto dentro do peito

É uma  sombra iluminar!

Revivê-lo, ainda é meu jeito!

 

 

 

 

 

 

sinto-me: Feliz
publicado por rosafogo às 19:10

Olá rosafogo! Pelo menos este prémio teve o condão de pôr muita gente a falar de amor na blogosfera. Sente-se uma onda de optimismo maior do que habitual. Abraço.
manu a 27 de Março de 2009 às 23:58

Haverá coisa mais bela?!
O Amor ás vezes é um sonho longínquo!
Só os Poetas sabem defenir o amor com belas palavras.
As minhas são simples.
Tenho pena de não falar mais um pouquinho, mas a internet móvel , não dura sempre.

Um abraço amigo
rosafogo a 28 de Março de 2009 às 21:28

O amor devia governar o mundo e todos iam obedecer, sem guerras e sem fatalismos.

Opto pelo amor, pelo jardim e pelos clarões das rosas quando a noite se aproxima e quebranta o nosso ser...

beijos ,

Mª. Luísa
M.Luísa Adães a 28 de Março de 2009 às 17:37

Olá Maria Luísa
A minha gratidão, por dispensares um pouquinho do teu tempo para me visitares. Amanhã se Deus quiser, já farei as minhas visitas aos vossos espaços, porque hoje não tenho já grandes hipóteses.Escreveste um poema lindo que eu irei
comentar.
Um beijinho grande
rosafogo a 28 de Março de 2009 às 21:31

rosafogo

Considero-te uma boa amiga que encontrei, no meu caminho virtual.Foi uma Graça!

Fico aguardando a tua visita sempre oportuna e querida.

Beijos,

Mª. Luísa

O amor, sempre presente,
é o grande motor da vida!

Amar é abrir o nosso coração a outros,
Desejando sentir o calor da retribuição.

Amam-se os pais que são segurança!
O constante porto de abrigo.
Amam-se os filhos, extensões,
dos nossos sonhos!
Amam-se os amigos,
onde projectamos uma parte de nós!
Amam-se os “amores” que sendo ou não a nossa metade,
sonhamos como nosso complemento!…

Ama-se, com coloridos e intensidades diversas:
De forma intensa, passional, dolorida, equilibrada, calma…

O amor é tudo, quando existe!
Mas pode ser ilusão e não estar lá!
Pode ser a dor, de já não ser!

Quem não se desiludiu com o amor?
Quem nunca se sentiu grato por amar?

Beijinho

Maria de Jesus a 28 de Março de 2009 às 17:43

Pode ser ilusão, e não estar lá
Ou pode ser a dor de já não ser!

Como só a Maria de Jesus sabe falar, sobre este ou qualquer outro assunto. Mas quando se fala de sentimentos as suas palavras dão sempre que pensar. Já li e me emocionei com a sua Maria Papoila e com as belas palavras da sua filha.
Amanhã vou ler de novo.

Obrigado pela sua gentileza
Um beijinho
rosafogo a 28 de Março de 2009 às 21:36

Natália

Tanto que já falámos de amor nestes dias... é bom! Todas as formas de amor...
E esse teu namoro com as palavras é sublime (já te tinha dito)!

O que é o amor
Senão um imenso estrelecer
Num azul redentor
Onde queremos sempre...viver!

Beijo com carinho
Utopia das Palavras a 28 de Março de 2009 às 20:46

Minha querida Poetiza

Como é agradável receber palavras tuas, sempre lisonjeira, obrigado amiga.
Adorei a tua quadra oxalá consigas sempre ser feliz. O meu conselho é que vivas com intensidade - o instante-
porque tudo é efémero, mas o instante é nosso.

Um beijinho carinhoso

Amanhã de regresso a Loures, irei visitar-te
rosafogo a 28 de Março de 2009 às 21:42

Olá RosaFogo, posso comentá-la com um poema? espero que goste...


„Ao Amor“




Há já tantos anos que te espero
Sentado em frente de todas as razoes
Não te sei explicar e invento-te
Falo contigo e digo-te sem falar....na mente
Tudo o que nâo sei dizer
Tudo o que sinto

Há já tantos anos que me perco
Entre uma mentira e uma verdade
Não te consigo encontrar e procuro-te
Mas sou muito frágil para ficar indiferente
E assim o desejo de errar
Dá mais sentido á vida

Há já tantos anos que penso em ti
E por correr no tempo sem falar
Perdi-me na idade e fiquei em terra
Tu és a força e as maos para me levantar
Fazes morrer o desejo de errar
E dás mais calor á nossas vidas

Mas quero-te a ti...
A ti que tens o mundo nos braços
A ti que nos escondes a cara
A ti para me sentir mais forte
A ti que tens as chaves de todas as portas






Beijossssss
*FreeStyle* a 29 de Março de 2009 às 11:34

Lindo!
Como é belo de Amor falar!
Ele é uma fonte de água clara serena!
Que a nossa sede vem serenar.

Obrigado, amei o poema, vou guardá-lo
Comente sempre amigo, adoro poesia


Abraço
rosafogo a 29 de Março de 2009 às 18:13

Amar é tudo o que disse, é mar, é rio, é céu azul, é céu cinzento, é chuva, é sol, é rir, chorar, abraço, paixão, corpo, esperança e desesperança. Amar é um pacote gigante onde cabe tudo isto, com capacidade ilimitada.

Rita, Beijinhos cheios de amor
teladosentir a 29 de Março de 2009 às 17:57

Alá Ritinha
Que saudade

Aqui estou, neste fim de tarde
Com os amigos, sem solidão...
A sede é de Amizade! Verdade!
De todos sem excepção.

É sempre bom saber que há uma nesga se céu azul, por onde espreitamos aqueles a quem queremos.
Obrigado p'las palavras, também para si um beijinho carinhoso de Mãe.

rosafogo a 29 de Março de 2009 às 18:21

Em vez de Olá, escrevi Alá , será que ele está conosco?! É bom sabê-lo por perto, que nos traga um pouco de felicidade.

Beijinho Rita

rosafogo a 30 de Março de 2009 às 01:39

Só agora pude vir ver o teu poema sobre o Amor! Lindo!
Um beijinho! :)
poetaporkedeusker a 1 de Abril de 2009 às 01:35

Vens sempre a tempo minha querida Maria João, eu é sou despistada e só agora dei pelo teu comentário.
Obrigada por teres vindo.

É sempre tua hora
Poetiza és bemvinda
Só dei por ti agora
Um beijo meu.És linda!

beijinhos

olha, o sapito lá me deixou comentar... agora! Ontem à noite deu-me uma "tampa" e não deixou mesmo...
Beijo grande!


mais sobre mim
Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
18
21

23
25
26
28

29
30


últ. comentários
Queria amiga Poetisa Rosafogo, Que das coisas simp...
Olá!Vim apenas fazer um teste, para ver se consegu...
Parabens pelo post. Falar de coisas simples por ve...
Acontece-me exactamente o mesmo, Natália! Depois d...
É assim Mªa João, dispersei-me e agora é tão difíc...
Também me perco imenso, Natália. Não penses que és...
Há séculos dizes bem MªJoão, bem que eu gostaria q...
Para mim também foi uma alegria encontrar-te Ause...
Obrigada PC é bom encontrar palavras amigas.Tento ...
Olá Martinha obrigada por vires ler, tenho andado ...
pesquisar
 

blogs SAPO


Universidade de Aveiro