Segunda-feira, 12 de Outubro, 2009
 

 

São todas flores do meu jardim, que me dão uma trabalheira, a jardinagem cansa!

Mas quando tudo está florido até eu me sinto mais jovem, vou regando, tiro as folhas

secas, tudo faço para as ver bonitas, depois quando partem é triste. As despedidas

são sempre tristes, é bom enquanto parece que elas nos sorriem, sabem que ninguém

toca que eu não deixo, só uma de quando em quando, para pôr no Santo António, que é

para Ele me continuar a ajudar, sabem, eu dou-me lindamente com o Santo, para mim é

como se só existisse ele, nunca me lembro d'outro e o que lhe tenho pedido, ao longo

da vida já é tanto que não posso ter dúvidas, ser Ele milagreiro.

Aqui ficam então algumas das minhas flores.

 

Também hoje deixo umas quadras que vou fazendo, soltas, e vou escrevendo pondo

de lado, mas hoje vou partilhá-las.

 

 

Aves Soltas

 

 

Já em mim Primavera  se fazia

Quando enfim apareceste!

Logo  em nós Amor crescia

Fui água límpida que besbeste.

 

Teu olhar negro eu olhei

Me olhaste sempre fingindo

Também a fingir fiquei 

Que Amor estava pedindo.

 

Mas hoje quando me lembro

Se seria Amor de verdade

Já nem sei se era Setembro?!

Lembro com muita saudade.

 

Quem não tem saudade do tempo?

Mesmo sendo ele malandro!

Quem me dera nesse tempo!?

Mas o tempo  foi  passando.

 

Já o tempo me está levando

Para onde? Eis o mistério.

De que me serve estar lutando

Se ele não me leva a sério.

 

Podem ser pobres minhas rimas!

Sempre tristes ou com paixão...

São como eu!? Minhas primas!

Não mentem! Eu também não!

 

Se me entrego à Poesia

Que me sustém e me absorve

Fazê-la é Dor de alegria!

Cantá-la é Dor que me consome.

 

Envio-te rosas às mãos cheias

Embora tu não me as peças!

Minhas poesias não te são alheias!?

Elas te esperam! E tu regressas!

 

 

Singelas, e leves como aves voando, no azul imenso, do céu.

 

 

 

publicado por rosafogo às 19:00

A poesia é uma forma de espressão da alma

e que tu usas com muita sabedoria.

Pobres as rimas?!

Já pobre é o poeta,

mas fica rico com as palavras

e a alma mais aberta...

Escreve o que lhe vai na alma

seja alegre, triste

de amor ou dôr,

mas no fim do desabafo

seu coração ficará com toda a certeza

com mais côr...


bom fim de semana amiga Natália
beijinho cintilante***
♥ Flor Cintilante ♥ a 17 de Outubro de 2009 às 12:41

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

26
27
28
29
30
31


últ. comentários
Queria amiga Poetisa Rosafogo, Que das coisas simp...
Olá!Vim apenas fazer um teste, para ver se consegu...
Parabens pelo post. Falar de coisas simples por ve...
Acontece-me exactamente o mesmo, Natália! Depois d...
É assim Mªa João, dispersei-me e agora é tão difíc...
Também me perco imenso, Natália. Não penses que és...
Há séculos dizes bem MªJoão, bem que eu gostaria q...
Para mim também foi uma alegria encontrar-te Ause...
Obrigada PC é bom encontrar palavras amigas.Tento ...
Olá Martinha obrigada por vires ler, tenho andado ...
pesquisar
 

blogs SAPO


Universidade de Aveiro

subscrever feeds