Terça-feira, 20 de Outubro, 2009

 

Hoje estive a escolher algumas fotos da minha viagem à Europa Central e lembrei-me de colocar um slide, mostrando pormenores tirados em Budapeste , Bradislava e Viena de

 

Austria, para os amigos que gostem deste género de coisas. Eu adoro fotografar pormenores, mas como sabem as viagens em grupo não permitem que nos atrazemos, senão corremos o risco de nos perdermos, e eu já passei por essa experiência e sei o

que senti, de modo que as fotos são sempre tiradas numa correria.  Há também algumas onde não permitem, mas às vezes não resisto.

Espero então que apreciem.

 

Meu poema hoje, que dizer?

É um soneto...

 

A MENTE DO POETA

 

Caminhando, vai o poeta à toa!

P'lo caminho limpa lágrimas de solidão

Faz de Sol e entre searas louras apregoa!?

Profetiza, inventa um Mundo feito coração.

 

Morre estrebuchando restos de desejos

Até na despedida faz da poesia almofada!

Sonha com a Lua, com ela troca beijos

Chama-lhe sua!? Sua eterna namorada.

 

Foram seus poemas canteiros de narcisos

Plantou com loucura, também estremecimento!

Adubou com dores, tragédias e semeou risos.

 

Sua mente foi sempre fogo rubro inflamado

Noutro tempo morreu mil vezes d'amor sedento.

Sempre a alma do poema a seu lado tem caminhado.

 

sinto-me: bem
publicado por rosafogo às 20:24

E o teu poema fez-me pensar que a mente do poeta é um sentimento eterno...
Oh Natália, está tão profundo o que escreveste! Dá mesmo gosto de o ler e reler e ficar a pensar...
Parabéns!
Beijinhos e um abraço
Mónica a 21 de Outubro de 2009 às 09:22

Olá querida amiga, hoje tive a agradável surpresa da tua visita, fico grata e também agradeço as plavras simpáticas e amigas que me deixáste.

Um beijinho com muito carinho
natalia
rosafogo a 21 de Outubro de 2009 às 20:05

À minha querida sobrinha Vera Nuno, se por aqui passar, quero dizer que espero que tudo esteja de bem com ela e com
o meu sobrinho Nuno, tudo em paz, é o meu desejo.

Beijinhos da tia
natalia
rosafogo a 21 de Outubro de 2009 às 20:08

Querida Tia, estamos bem e com saudades. Ainda hoje falámos em ti! Para quando a nossa visita a Fátima? Ligo-te para a semana para combinarmos. Quase todos os dias te venho ler. Tenho pena que sejam poucas as novidades. Devias postar mais vezes. De certeza que os teus fãs agradecem. Por falar em fãs... como correu o lançamento do teu 2.º livro? Espero ainda ir a tempo para ter uma cópia! Beijinhos dos teus sobrinhos Vera e Nuno.
Anónimo a 23 de Outubro de 2009 às 21:10

Natália,

Afinal, a poesia é uma forma de dizer tudo.
E tudo neste soneto é belo, sentido, vivo. Real!

Como vês, e acho que não serei o único a dizer, estás a ficar "pro", como dizem agora os miudos.

Parabéns.
Bj.
PC
Paulo César a 22 de Outubro de 2009 às 11:35

Mas que contente que fiquei com o teu comentário,
sempre se aprende alguma coisa lendo grandes Poetas.

Olha hoje fui ao C'hão d'água, lá sim, se lê e como dá gosto ler!

Eu também gosto acho que não me saí mal, mas não tenho andado com muita
inspiração, e quando isso acontece, olha vou fazendo umas quadras mais singelas.

Agradeço os teus parabéns. vindos de ti, fico vaidosa.

Um beijo da amiga
natalia
rosafogo a 22 de Outubro de 2009 às 21:00


Lindo o que dizes do poeta,

Eloquente e belo

Profundo e silencioso

Tudo ele plantou,

Se desfazendo aos poucos

No mundo que encontrou...


linda a lembrança dos poetas!

beijos,

Maria Luísa

M.Luísa Adães a 22 de Outubro de 2009 às 11:53

Olá querida amiga

Os poetas, me merecem todo o carinho
E tu és uma poetiza, com « P» grande,
que eu gosto muito

Ainda bem que gostaste, fico feliz.

Beijinho MªLuísa.

PS Ontem fui a Òbidos ao Senhor da Pedra, e lá também
pedi saúde para mim e para os poetas amigos.
rosafogo a 22 de Outubro de 2009 às 21:05

Foste a Óbidos ao Senhor da Pedra e pediste por ti e pelos poetas.

Deixa-me entrar nesse pedido, como poeta, e agradecer a tua devoção
e lembrança, deste mundo que nos foi legado para escrever.

E isso, o possamos fazer!

Beijos e ao gatinho, também,

Mª. Luísa

Obrigada por sempre estares presente.
Não me esqueci de ti, nem dos restantes amigos, que me visitam, aproveitei o passeio para pedir dsaúde para todos e
paz.
Adorei a visita, a igreja não é uma igreja vulgar no seu interior o espaço é octogonal com vários altares com pinturas
antiquíssimas e é tudo do tempo de D.João V. Quem fez o projecto, estudou em Itália e então a construção tem a ver
algo parecido existente no Vaticano, segundo a explicação dada.

Vale a pena quem não conhece e é pertinho, a história do Senhor da pedra também é bonita.

beijinho
natalia
rosafogo a 25 de Outubro de 2009 às 14:57

Obrigada por pedires por ti e por nós ao "Senhor da Pedra".

linda a tua lembrança e a tua Fé.

Beijos para ti e o gatinho sortudo!

Mª. Luísa
M.Luísa Adães a 24 de Outubro de 2009 às 09:05

Natália! Também te apaixonaste pelo soneto? :)) Olha, eu só hoje me recordei de que tinha um prémio para ti no http://premiosemedalhas.blogs.sapo.pt/
Tu desculpa-me, mas eu ando tão dispersa por aqui e por ali que o meu tempo online acaba por ser pouco... depois vêm os disparates do costume... sabes como é. Acaba por não se fazer nada que jeito tenha e deixamos os amigos "pendurados"...
Um grande abraço!
poetaporkedeusker a 22 de Outubro de 2009 às 12:02

Tens razão Mª João, o tempo não é muito, e querer acudir a tudo pelo menos para mim já é complicado.
Mas como ainda me quero activa, esforço-me para ir pelo menos tentando, estar com todos.

Sabes que às vezes me puxa a mão e o coração para fazer um soneto, ou outro nada de mais, se me saíssem como
a ti te saem, ah... valia a pena, mas este do Poeta não está mau.
Então e tu já estás melhor? Ontem fui ao Senhor da Pedra a Óbidos, não sei se conheces, e pedi saúde para nós
não me esquecendo de ti claro, espero que ele me ouça.

Sabes que de 15 em 15 dias âs quartas feiras tenho passeio cultural aqui nestes concelhos limítrofes, lá pelo meu antigo serviço, paga-se pouco, almoça-se na Praia Azul numa pousada também ela do Estado e passo com as minhas antigas colegas, dias bem interessantes, lê-se poesia, faz-se karaoke etc.
Sabes eu tenho a facilidade de estar aqui na net e prolongar pela noite, se fosse como tu não dava, porque me perco muito, às vezes leio e não comento e depois volto ao mesmo sítio para comentar, é uma perda de tempo, mas enfim
vai-se andando.

Olha amiga, desejo do coração que esteja já tudo ou quase tudo bem contigo, obrigada por teres vindo ler
tu que és o máximo a fazer teus sonetos e não só que eu também tenho lido os poemas.

abraço, fica bem
natalia
rosafogo a 22 de Outubro de 2009 às 21:16

Agora vamo-nos rir um bocadinho as duas... :)) tu acreditas que eu, muitas vezes, penso mais depressa do que o que faço e fico convencida de que já respondi a alguém quando não respondi? Depois acabo sempre por me lembrar e lá volto eu muito aflita... estes computadores cheios de websense também não ajudam nada! O websense bloqueia quase tudo! Tenho uns poemas para por numa comunidade que não é do sapo e raramente consigo lá entrar!
Ai! Hoje é dia de deixar um post para a Fabrica de Histórias e eu esqueci-me completamente! Acho que foi por causa destas idas todas ao hospital... foram duas vezes numa semana e eu já deito hospitais por todos os poros!Acho que estou a ficar com "fobia hospitalar"! :))
Que bom que tu tens tantas actividades! Eu confesso que com aqueles animais todos já velhotes - dão muito mais trabalho porque já vão tendo algumas mazelas - e com o cansaço que tenho sempre, não tenho tempo nenhum para nada! Também o que mais me entusiasma é poder poetar. Todos os dias acordo satisfeita por saber que posso vir publicar aquilo que fiz em casa ou aquilo que nasce no momento.
Um grande abraço!

Tu és uma rapariga cheia de força, apesar de tudo o que te acontece, essas ídas ao hospital,
tiram a saúde a qualquer um, acho que também ficava maluca, mas tem que ser,paciência, é preciso
é ver se te livras disso.
Pelos vistos tu também não páras com os teus animaizinhos a precisar da tua atenção. Olha o meu já se recompôs
está de novo bonito e forte. É como uma criança, de manhã antes de comer quer é festas e atenção.

Tenho que arranjar um bocadinho, ir ler os teus poemas, que nos últimos dias só tenho lido os sonetos.
Amanhã vou almoçar à minha aldeia e penso tirar fotos que depois ponho aqui, para veres como é bonita.
Confundiste que eu era de Mértola, mas não daí é o amigo Mírtilo eu passei por lá e tirei as fotos que coloquei
num slide, porque achei a vila muito linda.

Olha amiga, bom fim de semana, fica bem
desejo que tudo te corra um pouco melhor.

abraço Mª João

natalia
rosafogo a 23 de Outubro de 2009 às 19:00

Pois! Nem queiras saber o que aconteceu aos meus sonetos de sexta feira por causa das pressas :))) ficou tudo trocado, os versos todos fora do sítio, um desastre! E ficou assim todo o fim de semana porque eu só hoje pude emendar!
Claro que os animais me tomam muitíssimo tempo, mas eu adoro-os! Os gatos estão com diarreia e eu já os mediquei sem resultados... começou pelo Beethoven que anda, há que tempos, a tomar UL250 e Flagyl e agora o Sigmund também! Eu sei que eles são muito velhotres, mas isto da diarreia está a deixar-me preocupada e, além do mais, a areia não dura nada porque fica toda ensopada num instante! :(
Bjo gde!

Que dizer destas fotos, paridas de mão de artista! Belas...é bom sentir a tua sensibilidade para a arte em geral e em particular para a palavras!

Gostei deveras do soneto, por isso o meu encanto...em fogo rubro inflamado!!!!

Beijo com carinho

Utopia das Palavras a 23 de Outubro de 2009 às 22:56

Minha querida amiga:
Olá Ausenda

Ontem quiz tanto responder a este teu comentário, mas tive que desistir,
porque não entrava o meu de modo nenhum.
Aguardei e agora enfim te posso agradecer, és sempre carinhosa, e eu me orgulho sempre
das tuas visitas e das palavras que medeixas.

És uma amiga especial, tenho muito carinho por ti, gosto muito de ler o que tão bem escreves,
obrigada pela tua amizade.

beijinho
natalia
rosafogo a 25 de Outubro de 2009 às 14:44

OI amiga Rosa. Fiquei boquiaberto, com as fotos. Os meus parabéns pelo bom gosto. Um grande abraço sulitario.
Sulitário a 24 de Outubro de 2009 às 09:38

Obrigado pela visita, gostou das fotos?! Sabe que tiradas um pouco à pressa por causa da visita ser em grupo.
Então há que aproveitar todos os momentos senão perde-se a oportunidade, que possivelmente não temos mais hipótese
de voltar ao sítio.
Semore que viajo tiro imensas umas ficam melhor ontras nem tanto, mas dá para recordar.

Abraço, gosto em encontrá-lo
natalia
rosafogo a 25 de Outubro de 2009 às 14:38

OI Natália. Se este é um trabalho feito à pressa. O que seria se fosse feito com vagar, certamente um primor. De facto adorei. Bom fim de semana. Um abraço sulitario.
Sulitário a 31 de Outubro de 2009 às 11:12

Toda a Europa é linda! Amo a Europa! Adoro o Brasil! E Gosto, mas choro, o "Médio-Oriente" e em especial Israel, onde

fui e caminhei como "Peregrina" liberta de prisões religiosas, mas com a minha própria "Fé".

Muito interessante, o slide da Europa Central.

Com amizade,

Maria Luísa
M.Luísa Adães a 25 de Outubro de 2009 às 09:31

Olá minha amiga

Eu adoro passear, entre qualquer outra coisa que poderíamos ter ou adquirir, optamos sempre
por viajar. Ainda não conheço o Brasil, porque me assusta um pouco, mas lá iremos concerteza.
Conheço o Egipto, Quénia, depois Turquia, Cuba, ainda Tunísia.Mais cá a Escócia que adorei,
e outras.

No entanto há pessoas que não se interessam por viagens e eu conheço algumas.
Como se costuma dizer gostos não se discutem, se eu pudesse, passava o tempo todo a conhecer
e a tirar fotografias.

Beijinho amiga bom domingo,
Ontem dei a (macacoa) a este computador, mas hoje me parece que voltou ao normal.

Está ele e eu a precisar de descanso, mas parar é morrer e eu necessito de acção.
fica bem


natália
rosafogo a 25 de Outubro de 2009 às 14:52

Já tinha reparado na tua dinâmica no caminhar da vida.

Já tinha dado por essa faculdade positiva.

Muito bom o que me contas. Aproveita e recupera o tempo perdido.

O Brasil é o maior Continente da Amárica do Sul.

Tem toda a espécie de situações e toda a espécie de beleza.

Nele se retratam todos os Continentes em paisagens, algumas únicas,
praias e ilhas Cidades muitas e uma população de milhões.

São Paulo, por exemplo é a quarta cidade do mundo em população
e das primeiras em violência, talvez mais um pouco que New York.
Não não garanto. 12 milhões na metróple que é S. Paulo mais 6 milhões
nos limitrofes.

É evidente que a violência é proporcional ao tamanho e à quantidade
de gente.

Portugal cabe em São Paulo, inteiro e ainda sobra muito espaço...

O Rio, é uma Cidade muito bela e foi escolhido, agora, para os
Jogos Olímpicos.

Há uma mistura de cores e de paisagem, assim como de etnias, em todo o Brasil.

Não mete medo, mas se deve andar vestido e com adornos ficticios e sem dar nas vistas.

Morre gente em todo o lado! Eu este ano, fui sózinha para Sampa (nome carinhoso) sem problemas

e em londres fui assaltada, muito próximo do Museu britânico.

O marido da minha prima (suiço) vêm á Europa todos os anos e vivem há 28 anos em Sampa.
Nunca tiveram problemas e este ano ele foi assaltado em Zurik - Suíça - a sua própria terra.

Não há que ter medo do Brasil, mas a ter medo, temos de ter em qualquer cidade do mundo.
inclusivé Portugal.

O nosso amigo Fisga, embora enfraquecido e tendo de ter muitos cuidados com a saúde, já
saíu do hospital.
Possa Deus ajudá-lo e a todos nós! Beijos e obrigada por escreveres,

Maria Luísa
M.Luísa Adães a 26 de Outubro de 2009 às 08:58


mais sobre mim
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

26
27
28
29
30
31


últ. comentários
Queria amiga Poetisa Rosafogo, Que das coisas simp...
Olá!Vim apenas fazer um teste, para ver se consegu...
Parabens pelo post. Falar de coisas simples por ve...
Acontece-me exactamente o mesmo, Natália! Depois d...
É assim Mªa João, dispersei-me e agora é tão difíc...
Também me perco imenso, Natália. Não penses que és...
Há séculos dizes bem MªJoão, bem que eu gostaria q...
Para mim também foi uma alegria encontrar-te Ause...
Obrigada PC é bom encontrar palavras amigas.Tento ...
Olá Martinha obrigada por vires ler, tenho andado ...
pesquisar
 

blogs SAPO


Universidade de Aveiro