Quarta-feira, 25 de Fevereiro, 2009

 

Hoje o dia foi demasiado pequeno, tive pouco tempo para as coisas que gosto de fazer.

É que o dia a dia , não é tão suave assim... há roupa para passar e depois surge algum

cansaço de se estar tantas horas de pé. Mas a Vida é mesmo isto, e pouco há a fazer a

não ser aguentar. Hoje nem já tenho força para visitar os Blogs dos meus amigos e

amanhã, irei á aldeia, não sei se  volto, vou ficar cheia de saudades de todos.Se por aqui

passarem deixo um grande abraço.

 

Lembranças

 

Eram duas velas em alto mar

Desfraldadas, ao sabor do vento

Dois corações, num só, p'ra amar

Oscilando entre um e outro batimento.

 

Era hoje, era amanhã, era depois

Era o Amor que acabava de chegar

Não era só um coração, já eram dois

Batendo numa volúpia... onda do mar!

 

Dentro de mim, dentro de ti ,voragem em nós

Havia olhares, gestos,loucura, prazer, alegria

Bocas famintas das ausências, perdida a voz

Sem indagarmos  amanhã ... como seria?!

 

Ainda agora me interrogo e sem resposta

Quero saber dessas velas , desse mar!?

Desse bater desordenado, dessa aposta

Desse  Amor que nascia para ficar.

 

 

 

 

 

sinto-me: contente
publicado por rosafogo às 00:50

mais sobre mim
Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
4
6
7

11

15
21

24
26


últ. comentários
Queria amiga Poetisa Rosafogo, Que das coisas simp...
Olá!Vim apenas fazer um teste, para ver se consegu...
Parabens pelo post. Falar de coisas simples por ve...
Acontece-me exactamente o mesmo, Natália! Depois d...
É assim Mªa João, dispersei-me e agora é tão difíc...
Também me perco imenso, Natália. Não penses que és...
Há séculos dizes bem MªJoão, bem que eu gostaria q...
Para mim também foi uma alegria encontrar-te Ause...
Obrigada PC é bom encontrar palavras amigas.Tento ...
Olá Martinha obrigada por vires ler, tenho andado ...
pesquisar
 

blogs SAPO


Universidade de Aveiro

subscrever feeds