Quarta-feira, 06 de Maio, 2009

 

Na agitação do dia a dia, ainda arranjo um pedacinho de tempo para sonhar. Eu gosto de sonhar, ás vezes vejo-me voando , transportada ao tempo da Juventude, e de repente ele que me leva, me trás e apesar de saber que esses momentos não se repetirão  na minha existência, e de isso me entristecer, volto sempre a sonhar.

 

Já dizia Fernando Pessoa  que matar o Sonho é matar-nos, porque ele é o que temos de realmente nosso.

 

Como eu gostava

 

 

Como gostava de ser livre, ter asas, voar!

Igual ao pássaro que salta de ramo em ramo

Em corridas loucas esvoaçar

Ou então ser abelha tocando flores, que tanto amo!

 

Ser rola! Que arrulha enamorada!

Perder-me no meio das giestas, do alecrim

Saborear o orvalho da madrugada

Aguardar o Sol sorrir p'ra mim.

Espalhar no campo a minha melodia

Abrir asas ao vento, livre, voar

Beber água dos rios, ao cair do dia

E ao cair da noite, num ramo pousar.

 

Beleza rara, bela, ou pura ilusão?!

Vou descer á terra e ficar no meu chão.

Apesar das doces lembranças que me prendem

Como eu gostava, de ser livre como o vento

E dizer áqueles que não me entendem

Que o Sonho é flor e fruto do meu pensamento.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

sinto-me: sonhando
publicado por rosafogo às 21:44

natalia

Ouço o teu coração bater num ritmo certo, quebrado quando te lembras de viajar, quando lês Poesia,
quando ouves a música tocar, aí ele descompassa o compasso e se põe aos saltos, a acompanhar o
ritmo do que te propões fazer ou ouvir, ou dissertar.
Aí ,ele é um Coração
que saltita, como um pássaro
acabado de acordar
e o ritmo toma outro lugar.

Que bom sonhar,
sonhos de encantar...

Gosto da tua alegria,
da forma como amas o mundo
e do teu estar,
Neste mundo.

Com carinho,

Maria Luísa

Talvez não saiba compreender
O que me escreves- TÂO BEM!
Embora eu saiba ler!
E escrever também.

Tuas palavras são magia
que eu leio a sonhar|
Vou acabar o meu dia
A lê-las e a suspirar.

Com este carinho?!
Não encontro por aí|
Então sigo o caminho
E vou até pertinho de ti.

Desta vez, meu coração, bate mesmo em agradecimento á tua bondade.Obrigado Mª Luisa és muito querida.

Um beijinho

rosafogo

Sabes entender o que escrevo e quando te escrevo, esqueço tudo e penso, apenas no que te escrevo;
só tu existes nesse momento - o tempo parou para ti e para mim - só conta o que te escrevo.
criou-se um mundo inesperado onde tivemos a dita de entrar, para conversar, sobre os nossos sonhos.

Então, concentra o teu sentir no meu sentir e compreendes tudo e mais, o que é feito do silêncio das palavras.

E esses silêncios são os mais verdadeiros e nos contam histórias de encantar e de louvar.

Passeamos pelos campos, apanhamos uma flor do campo, analisamos e temos nas nossas mãos um "milagre da
natureza"...
E ficamos a acreditar que os milagres existem como os sonhos, e sonhar se torna num estado de Alma mais perfeito.

Entendes o que te digo e dos silêncios que parecem nada dizer e dizem tudo, quanto queremos saber?

A vida é um Milagre desde que nascemos, até ao chamado Final!
O milagre do adormecer, sonhar
E o milagre de acordar
Tantos e tantos dias
esperando por nós,
na nostalgia plena do instante...

O nosso instante...

Mª. Luísa O. M. Adães

Acredito nesse Mundo só nosso, onde criamos nossos sonhos, onde só cabem seres que se compreendem mútuamente,
onde as palvras e os silêncios, são uma muralha que nos defende, de quem pensa que somos loucos.
Obrigada MªLuísa

Um beijo carinhoso


E pensam que somos loucos...
E não somos um pouco?...
Há várias espécies de loucura
Consciente e inconsciente,

a qual pertenço?

Sou consciente até hoje,
da minha loucura
o amanhã não conta,
talvez não exista...

mas é bom dissertar,
escrever,
amar,
viver.
até ao último instante
Consciente!

Agrada-me, ser como sou...
mas podia ser, um pouco
menos sensível
e seria muito bom!...

Maria luísa

Se de poetas e loucos, todos temos um pouco, então a tua loucura é grande porque és Poeta com letra grande e eu te admiro.Agradeço a Deus ter-me dado a vida e ter-me feito uma pessoa sensível, porque a poesia, a música a pintura, tudo o que é arte eu amo a sério... e penso que quem assim não sente não pode nunca ser uma pessoa completa.
Só poderá ser uma pessoa fria, indiferente, afinal um fracasso.

Beijinho grande para ti, tu que fazes poesia linda!

rosafogo

Grata pelas tuas palavras; então a minha loucura é grande...Verdade? Eu disse uma coisa que não devia dizer, Deus me
perdoe, mas eu agradeço a minha sensibilidade de poeta esquecida, na procura dos meus pequenos pedaços espalhados,
por aqui e por ali.
E coloquei hoje um poema que talvez gostes, eu gosto muito...Se chama "Sinto A Tua Falta".
Quando te for possível, dá um salto até lá e repara na diversidade dos temas, como uma estrada sem fim e muitos buracos, alguns bem escuros.Beijos minha doce amiga, Mª. Luísa

p.s. Gosto da tua música, é suave e meditativa


mais sobre mim
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

2

4
5
7
8
9

10
11
13
14
15
16

17
18
19
21
22

24
25
27
29
30

31


últ. comentários
Queria amiga Poetisa Rosafogo, Que das coisas simp...
Olá!Vim apenas fazer um teste, para ver se consegu...
Parabens pelo post. Falar de coisas simples por ve...
Acontece-me exactamente o mesmo, Natália! Depois d...
É assim Mªa João, dispersei-me e agora é tão difíc...
Também me perco imenso, Natália. Não penses que és...
Há séculos dizes bem MªJoão, bem que eu gostaria q...
Para mim também foi uma alegria encontrar-te Ause...
Obrigada PC é bom encontrar palavras amigas.Tento ...
Olá Martinha obrigada por vires ler, tenho andado ...
pesquisar
 

blogs SAPO


Universidade de Aveiro