Sexta-feira, 05 de Junho, 2009

 

 

 

E eu pergunto-me se alguma vez, fiquei satisfeita com alguma coisa feita por mim?!

E a resposta é NÃO! Levo décadas a querer acreditar, que como qualquer outro ser, também

tenho algum valor, mas sempre me surge a mesma inquietação a mesma dúvida. O problema é que mesmo assim não desisto, e depois coloco-me sempre perante a mesma situação. É como se houvesse um muro p'ra saltar e eu fugindo ao salto, acabo sempre por saltar.

Então estou sempre: Salto?! Não salto! Claro que salto! Tudo é possível se a decisão é nossa, penso eu!? Mas que conversa louca  é esta hoje?

 

 

DE MIM

 

 

Fico sem palavras e parto no tempo

Como quem se desprende do Mundo

A saudade é sombra onde me sento

Neste chão, que com lágrimas fecundo.

E vivo eu como se  em silêncio sepultada

Numa quietude que adormenta meu sono

E a minha verdade é teia  emaranhada

Já nada desejo ser!  Apenas me abandono.

E nem sequer já sei da minha idade!

Ou se permaneço ainda nas minhas raízes

Na moldura do tempo, deixo só a saudade

Dos dias vagarosos e felizes!

 

E é já tão grande a distância a que me encontro?!

Que é como se a Vida , tudo me furtasse

Ou me levasse a este desencontro.

De mim. E me condenasse!

Mas já não quero, nem sequer lembrar

Nem meu coração vagabundo, quer saber!

Se algum dia, Amor lhe quiseram dar

Ou se escancararam apenas o meu ser.

 

Rumarei, no tempo ,numa viagem que perdura

Só assim meu coração se aquietará!

E nesta  viagem, encontrarei a cura!?

De novo o Sonho, minha mente povoará.

 

 

Numa noite em que o sono  me abandonava, andei  por aí!

Encontrei um Blog com poesia que fui lendo, sem parar... bela,  e que por sinal é também dum Torrejano e chama-se  o BLOG -  PAULO CÉSAR -  No Chão de Água, por ser tão bom

recomendo aos meus  amigos uma visita.

 

O mimo que acabei de colocar, foi-me oferecido pelo Carlos Borges do Blog umbreveolhar

amigo que muito prezo e que teve  a gentilza de se lembrar de mim, obrigado!

 

É como que um desafio, em que terei de confessar cinco coisas que gosto de fazer, colocar o selo, desafiar 10 blogs o que para mim é difícil, mas vou tentar alguns, e informá-los.

 

Eu tenho tantas coisas que gosto de fazer?! Mas vou então nomear cinco:

 

1 - Viajar ( mínimo 3 vezes no ano para fora) agora com um pouquito de medo do avião.

 

2 - Ler (devorar livros)

 

3 - Escutar boa música no silêncio até sentir arrepios!

 

4 - Fazer Poesia ( a medo), receio sempre que só eu a entenda.

 

5 - Cantar (já não sai como aos 20 mas... ainda me divirto e alegro os demais).

 

Agora os desafiados:

 

Anna, Estrelinha, Monik@, Tibéu,Fisga,Miguel Beirão,Emanuela, CasimiroCosta e Ana.

 

 

 

publicado por rosafogo às 23:09

0100.gif
TiBéu ( Isa) a 7 de Junho de 2009 às 23:09

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
3
4
6

7
9
10
12

14
16
17
18
20

22
23
24
26

28
29
30


últ. comentários
Queria amiga Poetisa Rosafogo, Que das coisas simp...
Olá!Vim apenas fazer um teste, para ver se consegu...
Parabens pelo post. Falar de coisas simples por ve...
Acontece-me exactamente o mesmo, Natália! Depois d...
É assim Mªa João, dispersei-me e agora é tão difíc...
Também me perco imenso, Natália. Não penses que és...
Há séculos dizes bem MªJoão, bem que eu gostaria q...
Para mim também foi uma alegria encontrar-te Ause...
Obrigada PC é bom encontrar palavras amigas.Tento ...
Olá Martinha obrigada por vires ler, tenho andado ...
pesquisar
 

blogs SAPO


Universidade de Aveiro

subscrever feeds