Sexta-feira, 07 de Agosto, 2009

 

 

Hoje não me apetece rimar, não sei se vai dar, se calhar rimarei sempre que der jeito.

Tenho que confessar que gosto muito da poesia que não rimando, me entra na alma,

quando é bem construída, envolvida  em magia, é como música harmoniosa que se ouve num claustro, quando  os violinos choram, a harpa geme, o piano  reza e tudo então se tranforma numa tão grandiosa beleza que até nossa alma deambula e deixa o corpo esquecido.É assim com a boa poesia que se lê.

 

Agitação

 

 

Meu coração bate como se milagre houvesse

E se eu voltasse ao dia da partida?!

E se voltasse atrás completamente?!

Ao vento selvagem que no rosto me batesse?!

Rever tudo o que ficou no coração silencioso

A praça, o fontanário  o casario,

O rio, só ele murmurava, ele sómente!

É como estar em vésperas duma alegria desconhecida.

E tudo o resto se  apagar da mente.

  

Esta ideia que me faz viver e palpitar

Num desejo de irreprimível felicidade

Ah, como fico ensurdecida pelo bater do coração

Fica -me um sorriso na cara, há uma razão!

Hoje só os meus pensamentos falam

Numa ânsia louca de libertação

Não querem perder o fio à meada!

 

Deixar-me tranquilamente envelhecer? Nunca!

Ficar completamente grisalha? Nunca!

São momentos de loucura, não tentem entender

Ficar com o olhar triste, a palavra em falha?

Bastam os anos perdidos!

As mãos que já não conheço!

Chega de sinais do tempo que me despedaçam

Quero de volta todos os sentidos!

O esquecimento? Não obrigada.

Deixem-me tranquila nesta minha maneira de ser

Deixem-me a sós com a poesia amada.

Logo se vê,  na luta tudo pode acontecer

Há que ganhar e perder...

Por agora quero apenas sonhar, viver.

sinto-me: um pouco louca
publicado por rosafogo às 01:00

Olá amiga Natália. Olha! queres a minha opinião, mesmo sem valer nada? isto não é poesia, mas é prosa poética, e quero dizer-te que é bem mais difícil, que a poesia, eu adoro a prosa poética. Os meus parabéns por teres publicado esta. Um beijinho E força. Lisboa é sempre em frente. Eduardo. P. S. Gostei, Amei, e adicionei.
Fisga a 7 de Agosto de 2009 às 17:42

A tua opinião é valiosa e tu sabes bem amigo.Isto foi só uma experiência, ou por outra, falando verdade, eu ontem
tive imensos encontros com os espelhos, andei no centro comercial e vi-me demasiadas vezes e como fiquei infeliz!!!!
À noite, o resultado foi o que se viu, fiquei zangada, olha com o mundo, com a vida que eu acho injusta, comigo própria,
e saíu aquela conversa toda que tu leste.Como tu és tão amigo, gostáste e lá foi contigo e eu te agradeço Eduardo.
Segunda feira tem atenção à chegada do correio.

Bom fim de semana beijinho
natalia

Olá amiga Natália. Eu é que te agradeço teres-me dado a oportunidade de poder guardar a tuas lindas e significativas palavras. Quanto ao correio está descansada que eu não me esqueço. Beijinho Eduardo.
Fisga a 8 de Agosto de 2009 às 21:42


mais sobre mim
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
4
5
6
8

10
11
13
14
15

17
18
19
20
21
22

23
25
26
27
28
29

30
31


últ. comentários
Queria amiga Poetisa Rosafogo, Que das coisas simp...
Olá!Vim apenas fazer um teste, para ver se consegu...
Parabens pelo post. Falar de coisas simples por ve...
Acontece-me exactamente o mesmo, Natália! Depois d...
É assim Mªa João, dispersei-me e agora é tão difíc...
Também me perco imenso, Natália. Não penses que és...
Há séculos dizes bem MªJoão, bem que eu gostaria q...
Para mim também foi uma alegria encontrar-te Ause...
Obrigada PC é bom encontrar palavras amigas.Tento ...
Olá Martinha obrigada por vires ler, tenho andado ...
pesquisar
 

blogs SAPO


Universidade de Aveiro