Domingo, 09 de Agosto, 2009

 

Agora estou dividida, porque passei a postar no Luso Poemas,

e também já por lá arranjei amigos. É verdade, eu já vos tinha dito, sou como criança curiosa

fui ver depertou em mim o desejo e foi um instante enquanto decidi fixar-me por lá também.

Mas vou estar sempre aqui, quando regresso do Luso, venho cheia de saudades e por isso

vou ver se consigo agora mesmo, deixar uma poesia e visitar alguns amigos.

 

LUTA

 

Longo este caminho escarpado

Que me arrasta p'ra solidão

Da esperança terei resvalado?

Ouço os brados da multidão!

Solidão é tudo o que resta

Tem nome é « desespero»

Mas vejo o Sol além

E espero...

O silêncio se adensa, algo vem

Esboço um sorriso é uma festa!

Mas o futuro ainda é minha pertença?

No olhar  de novo o abatimento

Só me resta o esquecimento.

 

Solto murmúrios, sem entoação

De quimeras nem ouso lembrar

Dissimulo o medo

Da vida perco a noção.

E em segredo,

Fecho-me numa angústia contida

E fico a ouvir meu sonho falar.

Mas  numa luta desabrida

Deito mãos à vida

E perante ameaça de tempos futuros

Finjo ser hera disfarçada, enlaçada aos muros.

Dos meus dias?!

A nostalgia é rainha

Tenho sombras no lugar das alegrias

Fico de rosto sombrio a ruminar

Olho o céu, uma nuvem negra

A tristeza é contágio!? Eu me deixo contagiar!

Ah! Mas à Vida dou refrega!

Não se lembre ela de me deixar.

 

 

 

 

 

 

 

sinto-me: Bem disposta
publicado por rosafogo às 23:51

Olá...

Pode a vida ser achada
nas asas duma teimosia infinda?
Pode o sonho ser cantata
duma ária suave e linda?
Que faremos com a vontade
que nos atira p'ra diante
se recusarmos olhar e ver
o que fomos e o que somos,
nas estradas todas da vida?
Não há solidão que amarre
o porfiar de quem ama,
nem angústia que detenha
a voz que, rouca embora, nos chama
e nos impele a vencer porfiando
contra ventos e marés...
Sê o que sentes e sorri...
Há luz nos escaraparates do horizonte...
Para lá das noites há sol...
Para além das tormentas há calma!
E nos silêncios da alma
há um amanhã (que eu bem vi...)
Por isso não inventes ser quem tu és!
Sê apenas... Vai teimando!

Natália,

Bem sei que a solidão de quem se constroi poeta, tem cambiantes de breu, de noite escura, de abandono e perdição!
Mas nada justifica a perda de um rumo, de um destino, de uma meta...
E os anos são isso e apenas isso: anos! A vida é um percurso que deveremos fazer somando dias a outros dias, até que o último dia chegue! Por favor, não te percas em coisas menores; a vida merece que tu lhe exijas mais!

Apetece-me repetir, porque acho de uma grandeza sem definição: Faz o favor de ser feliz!

Beijo
PC
Paulo César a 10 de Agosto de 2009 às 10:24

Como estás ?
Tantas coisas bonitas que me dizes, mas não sabes da vontade que às vezes me atira para trás e a luta
que necessito travar para continuar.Creio que já exigi (quase tudo) já pouco posso esperar.Mas com o
incentivo que me dás, vou andar prometo, venham tempestades, ventos fortes, a nenhum me vergarei
Vou fazer tudo para ser feliz. Mas... a poesia pende sempre para o meu lado melancólico,

aquele lado teimoso
que me atravessa o espírito
me lembra os anos vividos
e caio na armadilha
enraiveço-me, largo os sentidos
e a solidão me perfilha
e... toma conta de mim.

Mas acabo sempre dando a volta!

Beijo com muita amizade, que a ti te sorria a vida
Será que estás no Luso e eu não sei?

natalia (natural das lapas)
rosafogo a 10 de Agosto de 2009 às 22:13

Olá Natália,

Leste o e-mail que te enviei?
Estou a aguardar a tua opinião. Pf responde!

Quanto ao Luso já nem sei se estou registado ou não.
Vou ver, mas acho que não tenho lá nada!

Beijo PC
Paulo César a 11 de Agosto de 2009 às 13:22

Olá amigo

Não li, porque não encontro nada na minha caixa de correio,
será que enviaste para natalia.nuno6gmail.com ?

Não vejo... tens que enviar de novo.

abraço, fico a aguardar
natalia
rosafogo a 11 de Agosto de 2009 às 16:00

Desculpa saíu mal o mail é mesmo: natalia.nuno6@gmail.com

Agora sim está correcto
Abraço, para ti Victor com amizade
natalia
rosafogo a 11 de Agosto de 2009 às 16:03

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
4
5
6
8

10
11
13
14
15

17
18
19
20
21
22

23
25
26
27
28
29

30
31


últ. comentários
Queria amiga Poetisa Rosafogo, Que das coisas simp...
Olá!Vim apenas fazer um teste, para ver se consegu...
Parabens pelo post. Falar de coisas simples por ve...
Acontece-me exactamente o mesmo, Natália! Depois d...
É assim Mªa João, dispersei-me e agora é tão difíc...
Também me perco imenso, Natália. Não penses que és...
Há séculos dizes bem MªJoão, bem que eu gostaria q...
Para mim também foi uma alegria encontrar-te Ause...
Obrigada PC é bom encontrar palavras amigas.Tento ...
Olá Martinha obrigada por vires ler, tenho andado ...
pesquisar
 

blogs SAPO


Universidade de Aveiro

subscrever feeds