Segunda-feira, 05 de Outubro, 2009

Este Slide,  é sobre Mértola, Esta vila Alentejana é mimosa e merece uma visita, demorada,

de preferência  em tempo sem calor, porque o dia que a visitei, sofri um pouco na subida até

ao castelo. Eu acho sempre que a pé se devem fazer as visitas para se conhecer e também para haver a oportunidade de se tirarem fotos. Tirei algumas, que ficam aqui para vos dar

uma ideia ( a quem não conhece ) de como é bela esta terra.

 

 

Perdi-me do vento ou ele me perdeu?

Visitei fiz aceno à despedida,dia sem igual!

De tão bela Mértola, a Pátria em mim cresceu!

O seu rosto me devolveu o rosto de Portugal.

 

Terá o amigo, orgulhoso, que deve ser da sua terra, muitos poemas belos e deve conhecer estes lugares como as suas mãos, mas aqui lhe deixo algumas fotos que em boa hora

parei para  tirar e conhecer essas belas paragens.

 

Hoje deixo um poema  que dedico a uma colega de escola que hoje partiu... sem regresso.

 

Bordadura de hera

 

Ontem vazio de palavras meu diário. Nada escrito!

Olhei furtivamente para o meu dia

Recordações baralhadas, um sentir esquisito

E a vida  astuta como  serpente me dizia:

O tempo voa, tem cuidado inocente coelhinho.

Que nalguma esquina acabará teu caminho!

 

Mas hoje desenhei no diário uma cercadura

Assim, como que lembrando uma bordadura de hera!

Um canteiro mimoso para esquecer a vida dura

Também p'ra não me sentir objecto d'outra era.

Desenhei com uma pontinha de nostalgia

Já que o tempo se cola à minha ilharga, sem me deixar.

Recarreguei esperanças em abastança, também alegria!

E assim saboreio em passo vagaroso o chão p'ra andar.

 

E é um previlégio esta ausência de mim, este abandono.

Fico na minha solidão, felizarda esta ventura.

Esqueço as rugas do rosto, assomos de raiva e o Outono.

Aos altos e baixos que me envenenam, ponho muro.

Não faço com a Vida pacto, nem combinação.

Ela me virá à fala, me quererá ludibriar?! Mas será em vão!

Porque hoje estou em paz,

O  tempo me acirra, mas não me vence não.

 

 

 

 

publicado por rosafogo às 17:37

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

26
27
28
29
30
31


últ. comentários
Queria amiga Poetisa Rosafogo, Que das coisas simp...
Olá!Vim apenas fazer um teste, para ver se consegu...
Parabens pelo post. Falar de coisas simples por ve...
Acontece-me exactamente o mesmo, Natália! Depois d...
É assim Mªa João, dispersei-me e agora é tão difíc...
Também me perco imenso, Natália. Não penses que és...
Há séculos dizes bem MªJoão, bem que eu gostaria q...
Para mim também foi uma alegria encontrar-te Ause...
Obrigada PC é bom encontrar palavras amigas.Tento ...
Olá Martinha obrigada por vires ler, tenho andado ...
pesquisar
 

blogs SAPO


Universidade de Aveiro

subscrever feeds