Domingo, 03 de Janeiro, 2010

Hoje, deixo um slide de alguns momentos passados na noite de Natal, uma noite sempre especial em que  todos reunidos, festejamos ao nosso modo. Sempre lembramos os que já partiram e que ajudavam à festa e há um certo silêncio magoado quando encaramos a realidade. Cada ano que passa somos menos, mas os mais jovens  trazem

com eles alegria bastante e fazem com  que lembremos apenas  a alegria que sempre era e que não podemos deixar de continuar a ter.

E assim passou mais um Natal e mais um Ano.

 

Desejo que todos os amigos, tenham entrado no novo Ano, com saúde e que seja próspero para todos.

 

Cansei!

 

Há-de suster-me este fogo.

Aqui dentro, onde se instaura o vazio

E eu ao espelho me interrogo

Onde ficou o teu brio?!

Não avanço nem mais um passo

Ainda que a vontade me suplique

No meu coração já não há espaço

Para a dor! Pois assim fique.

 

Meu coração é já casa vazia

Onde reina o silêncio e o Sol não entra

Falta a luz dia após dia

E num ou outro qualquer dia?!

Meu rosto, felicidade aparenta.

É o rosto que guarda ainda o fogo

Como se a dor não lhe fizesse doer

Ao espelho volto, e interrogo

Porquê triste como a noite e o anoitecer?

 

Deixo-me regressar àquele sono

Àquela apatia dos meus dias

Interrogo de novo o porquê deste abandono

Ele responde:

Porquê, recusas o que há tanto sabias?

 

Cansei!

sinto-me: bem disposta
publicado por rosafogo às 18:06

Olá Natália

O tempo anda fungindo à nossa frente e o esforço para o alcançar é enorme, mas...vamos estando porque as palavras nos unem!
Vim avisar-te que hoje tens uma bonita surpresa aqui http://blog-poetas.blogspot.com .

Beijo com muito carinho

Utopia das Palavras a 17 de Janeiro de 2010 às 00:55

Sempre o tempo não é linda, quem dera ter todo o tempo para me dedicar só a isto,
mas por enquanto é difícil, no entanto vou tentando estar um bocadinho com todos
os amigos os daqui e os que criei entretanto no Luso.
Quero agradecer o teu carinho, entretanto já fui ao «Toca a escrever» e adorei lá
encontrar poesia minha e comentada com ternura por ti amiga.
Lá deixei o meu agradecimento também ao Manu de quem gosto muito desde os
primeiros tempos em que quase não sabia por aqui ler e escrever, agora já alarguei
o passito um pouco mais.

Obrigada pela surpresa boa.
beijinhos
rosa
rosafogo a 18 de Janeiro de 2010 às 18:59

Olá minha amiga e companheira na nostalgia, espero que esteja tudo bem com a amiga e que não esteja tão triste como mostra no seu poema.Gostei!Tudo de bom para si e para os seus, neste 2010.
Um abraço, bom domingo.
Casimiro Costa
casimirocosta a 17 de Janeiro de 2010 às 09:02

Olá amigo Casimiro

Muito bem de facto não estou há 15 dias que apanhei a gripe e tem sido difícil
só agora começa a querer dar sinais de abrandamento, começou mal o ano
mas virão melhores dias.
Espero com o amigo esteja tudo bem bom ano para si e para os seus.

Um abraço
da natalia
rosafogo a 18 de Janeiro de 2010 às 19:02


mais sobre mim
Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


últ. comentários
Queria amiga Poetisa Rosafogo, Que das coisas simp...
Olá!Vim apenas fazer um teste, para ver se consegu...
Parabens pelo post. Falar de coisas simples por ve...
Acontece-me exactamente o mesmo, Natália! Depois d...
É assim Mªa João, dispersei-me e agora é tão difíc...
Também me perco imenso, Natália. Não penses que és...
Há séculos dizes bem MªJoão, bem que eu gostaria q...
Para mim também foi uma alegria encontrar-te Ause...
Obrigada PC é bom encontrar palavras amigas.Tento ...
Olá Martinha obrigada por vires ler, tenho andado ...
pesquisar
 

blogs SAPO


Universidade de Aveiro