Domingo, 29 de Novembro, 2009

Hoje deixo fotos da minha cidade, do castelo, do rio e algumas panorâmicas. Como podem ver é uma cidade verde, mimosa e está bem cuidada. O centro velho é muito bonito e vale a

pena passear nele. Tem agora uma biblioteca enorme, moderna, um espaço aberto a todas as idades, com sala de cinema e teatro, sala de computadores, sala de trabalhos manuais,

sala de exposições diversas etc Estas as que visitei, porque tem muitas outras, e situa-se numa das margens do rio circundada por belos jardins. O castelo foi recuperado e o seu

espaço interior tem um jardim com algumas arvores muito antigas que o embelezam. Como

não podia deixar de ser é um cidade com muitas rotundas, mas ao contrário de outras,

estas tem beleza, um dia destes posto aqui algumas fotos que me cedeu um amigo.

 

Só agora soube e aqui deixo para conhecimento dos amigos

 

Dia 5/12 sai a colectânea «A traição de Psiquê» onde colabora a

amiga Ausenda Hilário do Blog - UTOPIA DAS PALVRAS.

 

Também sairá e será posta à venda no mesmo dia a antologia «Trago-te um sonho nas mãos» cujos direitos de autor revertem a favor da Associação ASAS de Sto Tirso, nela com muito orgulho colaborei, e espero alcance muito sucesso nas vendas.

 

O prémio colocado acima foi-me oferecido pela amiga

PoetaporKeDeusKer, grata boa amiga pela lembrança.

 

 

 

Agora vou deixar mais uma poesia.

 

Sou Mulher! Mulher.

 

 

Eu sou Mulher! Mulher.

Trago  em mim a esperança

Que é o farol

Que a Vida ilumina e alcança.

Trago comigo o querer!

Em cada dia há o romper dum novo Sol

Cai a tarde, me deixa um rasto de saudade

E logo a melancolia me invade.

 

Estes dias fazem de mim peregrino

Cai a noite e eu medito!

Tudo tão distante!? Tudo tão perto!?

A eternidade, o infinito.

 

Já meus braços, perdem firmeza

Mas sou Mulher! Mulher...

Minha vontade trago acesa

Nos sentidos trago saudade.

De toda esta viagem

Trago comigo a aragem

Da euforia da juventude

Sempre pronta a recomeçar

Esta Vida, que sempre me ilude.

Mesmo às vezes em farrapos vencida

Desencantada, caída?!

Ainda me apetece amar.

 

Porque sou Mulher! Mulher.

Me comovo e me enterneço

Comigo trago a idade

Que é de agora e doutra idade

E tanta saudade

Do tempo que não esqueço...

publicado por rosafogo às 19:42

mais sobre mim
Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
16
17

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

Cidade Torres Novas

últ. comentários
Queria amiga Poetisa Rosafogo, Que das coisas simp...
Olá!Vim apenas fazer um teste, para ver se consegu...
Parabens pelo post. Falar de coisas simples por ve...
Acontece-me exactamente o mesmo, Natália! Depois d...
É assim Mªa João, dispersei-me e agora é tão difíc...
Também me perco imenso, Natália. Não penses que és...
Há séculos dizes bem MªJoão, bem que eu gostaria q...
Para mim também foi uma alegria encontrar-te Ause...
Obrigada PC é bom encontrar palavras amigas.Tento ...
Olá Martinha obrigada por vires ler, tenho andado ...
pesquisar
 

blogs SAPO


Universidade de Aveiro